Alexandre Porto
OBRAS DO SOLAR DO JAMBEIRO ESTÃO ADIANTADAS



(Memória, 22 de novembro de 1999)

As obras de restauração do Solar do Jambeiro, que tiveram início no começo de 1998, estão bem adiantadas, é o que afirma o presidente da FAN e responsável técnico pelo trabalho, Cláudio Valério Teixeira. "Embora as obras venham sendo um pouco mais difíceis do que o previsto, o Solar deve ficar pronto ainda no primeiro semestre do ano que vem. Já estamos com cerca de 60% do projeto pronto", comenta o artista.

O Solar do Jambeiro foi construído em 1872 e as dificuldades na restauração remetem ao problema da própria restauração. Os azulejos, por exemplo, estão sendo importados da Fundação Ricardo do Espirito Santo Silva, sediada em Lisboa. Quando pronto, o local abrigará o gabinete protocolar do prefeito Jorge Roberto Silveira. No primeiro andar ficarão expostas pinturas de paisagens do século XIX e móveis de época.

Equipe especializada recupera Solar



Para realizar restaurações de grande porte, como a do Teatro Municipal e a do Solar do Jambeiro, Cláudio Valério reuniu e treinou vários profissionais: Arquitetos e historiadores, e um grupo de artífices, especializados em serviços hoje bastante raros. Neste último grupo, encontram-se douradores, gesseiros e entalhadores, entre outros.

Graças à atuação desta equipe foi possível recuperar o teto original do solar, todo em estrutura de gesso trabalhado; recompor o piso e as portas originais, vitrais e etc. "Hoje temos um grupo de pessoas habilitadas para quase todo o tipo de restauro", afirma o pintor e restaurador.

Parceria - Para recompor parte da estrutura do prédio, construído com em 1872 com azulejos portugueses, foi necessário, porém, contar com o auxilio da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva, de Lisboa. Eles reproduziram os modelos originais, permitindo resgatar a aparência exata do edifício.

A reforma, que agora se aproxima do estágio final, vai devolver à cidade mais um espaço cultural. De acordo com os planos de Cláudio Valério, o primeiro andar do solar vai receber móveis do século XIX e abrigar exposições de pintores paisagistas fluminenses. Já o segundo andar será utilizado como gabinete protocolar do Prefeito Jorge Roberto Silveira.

O Fluminense



Publicado em 07/05/2021









Informes da Câmara Municipal ao Capitão-mor Gabriel Alves Carneiro
Gabriel Alves Carneiro responde ao Presidente da Província
Ação de desapropriação do Campo de D. Helena


aaaaaa

Com formação em Engenharia Florestal, eu, Alexandre Porto, já fui produtor orgânico de alimentos e apicultor, mas hoje ganho a vida como escriba (Enciclopaedia Britannica do Brasil, Fundação de Arte de Niterói). Há 20 anos me dedico a pesquisar a História de Niterói, minha cidade natal, do Vasco, meu incompreendido time de futebol, e da Música Popular Brasileira, minha cachaça. Por 15 anos mantive uma pioneira rádio online no Brasil, a "Radinha". Pra quem quiser me encontrar nas redes, seguem os links:
Facebook e Twitter